História de Nossa Senhora de Lourdes

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player



Comemoração em 11 de Fevereiro

Todos conhecem a maravilhosa história da jovem Bernadete Soubirous, que, aos quatorze anos, indo catar lenha junto às margens do Gave, teve a suprema ventura de contemplar a Santíssima Virgem.

Era Bernadete filha de um pobre moleiro da aldeia de Lourdes, nos altos Pirineus, sul da França, e saíra acompanhada de sua irmã e outra menina. Passava defronte às rochas de Massabielle, quando ouviu de repente um barulho como se fosse a rajada de um vento forte. Olhando para cima, viu na reentrância do rochedo uma senhora de grande beleza, circundada por deslumbrante resplendor.

A visão estava de pé, trajando um vestido e um véu brancos como a neve. Tinha na cintura uma faixa azul, os pés estavam ornados de rosas e segurava um rosário, cujas contas ia passando entre os dedos.

A pequena camponesa, extasiada, caiu de joelhos, tirou o terço do bolso e começou a rezá-lo. Quando acabou a última Ave-Maria, a bela Senhora desapareceu. Esta primeira aparição deu-se a 11 de fevereiro de 1858 e foi seguida por mais dezessete. Da terceira em diante era cada vez maior o número de pessoas que iam contemplar o êxtase da humilde Bernadete, que se transformava, parecendo mais um anjo do céu.

Durante as várias aparições, a mãe de Deus confiou muitos segredos à modesta jovem e numa delas ordenou-lhe que dissesse aos sacerdotes para construírem uma capela naquele local e ali realizassem procissões. Em outra ocasião mandou a menina beber água e se lavar na fonte, mas indicava num lugar da gruta completamente seco. Bernadete curvando-se começou a arranhar o chão duro com os dedos e, de súbito, jorrou água do rochedo.

Finalmente, no dia da Anunciação a piedosa vidente pediu à Senhora que tivesse a bondade de dizer-lhe quem era. A virgem, então, unindo as mãos, respondeu-lhe lançando ao céu um olhar de inefável doçura: - "Eu sou a Imaculada Conceição". E desapareceu.

Bernadete muito sofreu por causa das aparições da Mãe Santíssima, pois foi considerada impostora, injuriada e interrogada pela polícia, que pretendeu impedir os romeiros de se aproximarem da gruta, tornando-se malvista pelas autoridades civis e até mesmo religiosas.

Afinal, as curas milagrosas obtidas com a água da fonte nascida sobre os dedos da santa menina obrigaram as autoridades a ceder, e, a 11 de janeiro de 1862 o bispo de Tarbes autorizou o culto de Nossa Senhora de Lourdes.

Bibliografia: "Invocações da Virgem Maria do Brasil" de Nilza Botelho Megale"


(*) Faça o download do terço rezado e grave no celular, MP3 ou CD para rezar onde quiser


ORAÇÃO A NOSSA SENHORA DE LOURDES

Ó Virgem puríssima, Nossa Senhora de Lourdes, que vos dignastes aparecer a Bernadette, no lugar solitário de uma gruta, para nos lembrar que é no sossego e recolhimento que Deus nos fala, e nós falamos com ele, ajudai-nos a encontrar o sossego e a paz da alma que nos ajudem a conservar-nos sempre unidos a Deus. Amém.

Nossa Senhora da gruta de Lourdes, dai-me a graça que vos peço e tanto preciso (pedir a graça).


A Mensagem da Virgem

A Mensagem que a Santíssima Virgem deu em Lourdes, pode ser resumida nos seguintes pontos:

  1. É um agradecimento do céu pela definição do dogma da Imaculada Conceição, que tinha sido declarado quatro anos antes por Pio IX (1854), ao mesmo tempo que assim apresenta Ela mesma como Mãe e modelo de pureza para o mundo que está necessitado desta virtude.
  2. Derramou inumeráveis graças físicas e espirituais, para que nos convertamos a Cristo em sua Igreja.
  3. É uma exaltação às virtudes da pobreza e humildade aceitas cristãmente, ao escolher a Bernadete como instrumento de sua mensagem.
  4. Uma mensagem importantíssima em Lourdes é o da Cruz. A Santíssima Virgem repete que o importante é ser feliz na outra vida, embora para isso seja preciso aceitar a cruz. "Eu também te prometo fazer-te ditosa, não neste mundo, mas no outro"
  5. Em todas as aparições veio com seu Rosário: A importância de rezá-lo.
  6. Importância da oração, da penitência e humildade (beijando o solo como sinal disso); também, uma mensagem de misericórdia infinita para os pecadores e do cuidado com os doentes.
  7. Importância da conversão e a confiança em Deus.

As Aparições de Nossa Senhora em Lourdes

1ª Aparição (11 de Fevereiro de 1858) - A Virgem Santíssima aparece a Bernadete, na cidade de Lourdes, na França. Ela faz o sinal da Cruz e Bernadete a imita.

2ª Aparição (14 de Fevereiro de 1858) - Bernadete provida de água benta, diz: "Se vindes da parte de Deus, aproximai-vos"! A Senhora sorriu inclinando-se e caminhou até a borda da cavidade. "Vinde para nós, boa Mãe!".

3ª Aparição (18 de Fevereiro de 1858) - A Senhora sorriu e disse a Bernadete: "Quer fazer o favor de vir aqui durante 15 dias?" Com a resposta afirmativa, a Santíssima Virgem replicou: "Eu não lhe prometo a felicidade neste mundo, mas no outro"."Ó Mãe, viremos a vós muitas vezes".

4ª Aparição (19 de Fevereiro de 1858) - Uma centena de pessoas assiste ao êxtase da vidente. "Fiquemos também perto de Maria".

5ª Aparição (20 de Fevereiro de 1858) - A Santíssima Virgem ensina a Bernadete uma oração, só para ela. A multidão retira-se impressionada. "Como é bom rezar com a Santíssima Virgem!".

6ª Aparição (21 de Fevereiro de 1858) - A Santíssima Virgem aparece triste. Ela diz a Bernadete: "Reze pelos pecadores". "De todo o coração, rezemos com ela".

7ª Aparição
(23 de Fevereiro de 1858) - A aparição do tríplice segredo, que Bernadete levou para o túmulo. "Nas aparições, vamos a Maria procurar força e consolação".

8ª Aparição (24 de Fevereiro de 1858) - A Santíssima Virgem diz três vezes: "Penitência! Penitência! Penitência!" E Bernadete repetiu a multidão. "Não o esqueçamos".

9ª Aparição (25 de Fevereiro de 1858) - A Santíssima Virgem diz à vidente: "Vá beber a fonte e lavar-se". A fonte miraculosa aparece. "Saibamo-nos servir dela".

10ª Aparição (27 de Fevereiro de 1858) - A Santíssima Virgem diz à Bernadete: "Beije a terra pelos pecadores". A vidente pede a multidão para imitá-la. "Façamos também este ato de reparação".

11ª Aparição (28 de Fevereiro de 1858) - Duas mil pessoas se encontram reunidas em torno da Gruta. Bernadete está mergulhada em êxtase.

12ª Aparição (01 de Março de 1858) - A celeste Senhora notou que Bernadete usava o terço de outrem. A vidente tirou o seu e começou a rezar. "Sejamos fiéis em recitar o terço".

13ª Aparição
(02 de Março de 1858) - A Santíssima Virgem diz: Vá dizer aos padres que venham em procissão e construam aqui uma Igreja". "Vamos muitas vezes a Maria".

14ª Aparição (03 de Março de 1858) - A Senhora chama Bernadete pelo nome e insiste: "Diga aos padres que construam aqui uma Igreja".

15ª Aparição (04 de Março de 1858) - Uma multidão considerável de peregrinos espera um milagre: a roseira irá florir de repente? "Felizes os que crêem sem ter visto".

16ª Aparição (25 de Março de 1858) - Três vezes Bernadete pede: Dizei-me vosso nome, Senhora". Duas vezes, um sorriso foi a resposta. À terceira, a Santíssima Virgem, com as mãos juntas, olha o Céu e diz à menina: "Eu sou a Imaculada Conceição". "É a Mãe de Jesus Confiança".

17ª Aparição
(07 de Abril de 1858) - Bernadete, durante a aparição, segura uma vela cuja chama toca os seus dedos sem queimá-los. "Nada pode prejudicar a quem confia na Santíssima Virgem".

18ª Aparição (16 de Julho de 1858) - A Santa Virgem sorri uma última vez à sua filha. Foi o supremo adeus. "Ó Maria, dignai-vos também nos sorri".


(*) Faça o download do terço rezado e grave no celular, MP3 ou CD para rezar onde quiser


ORAÇÃO A NOSSA SENHORA DE LOURDES

Ó Virgem puríssima, Nossa Senhora de Lourdes, que vos dignastes aparecer a Bernadette, no lugar solitário de uma gruta, para nos lembrar que é no sossego e recolhimento que Deus nos fala, e nós falamos com ele, ajudai-nos a encontrar o sossego e a paz da alma que nos ajudem a conservar-nos sempre unidos a Deus. Amém.

Nossa Senhora da gruta de Lourdes, dai-me a graça que vos peço e tanto preciso (pedir a graça).


[ Fale Conosco ]   [ Home ]

  Voltar