Mensagem do XV Capítulo Provincial da Província de Santa Rita de Cássia (Brasil)

Reunidos no Seminário Nossa Senhora Aparecida, Capelinha, em Franca, SP, entre os dias 09 e 16 de janeiro de 2012, nós, religiosos capitulares, queremos manifestar a nossa alegria e renovar a nossa fé e nossa vida como Ordem e Província, professando: Nós cremos no amor de Deus. Queremos exprimir assim a opção fundamental de nossa vida não por uma decisão humana ou uma grande idéia, mas pelo encontro com um acontecimento, com uma Pessoa - Jesus Cristo -, que dá à vida um novo horizonte e, desta forma, o rumo decisivo (Deus Caritas Est 01), de nossa identidade e de nosso serviço na Igreja. Assim, pela fé, homens e mulheres consagraram a sua vida a Cristo, deixando tudo para viver com simplicidade evangélica a obediência, a pobreza e a castidade, sinais concretos de quem aguarda o Senhor, que não tarda a vir (Carta Apostólica Porta Fidei 13).

A revitalização da Ordem, contemplada no 54º Capítulo Geral, é uma necessidade que se impõe a todos nós, e devemos utilizar todos os meios possíveis para fazê-la realidade. O cinquentenário da Província impulsionou a todos para darmos um passo a mais em nossa história. A chegada de novos membros prova de nossa ação vocacional, nos diz que não  estamos estacionados nas lembranças de um  passado inerte, mas vivos na esperança de um novo tempo. E o Papa Bento XVI nos diz: a esperança da Igreja se encontra nos jovens. Para os já adiantados em idade, a esperança se encontra num espírito rejuvenescido. Aconteceu neste período a Jornada Mundial da Juventude, onde se notou a alegria de milhões de jovens em viver uma identidade com Jesus Cristo, dado que serve também para nosso rejuvenescimento. Não nos esqueçamos também dos 50 anos do Concílio Vaticano II, a ser celebrado deste próximo ano.

Vivemos um período de graça através da aprovação de nossas Constituições, revisadas e reformuladas, e na iminência da Celebração do Cem Anos como Ordem. Este momento, vivido, não com o espírito inchado, mas como um verdadeiro dom na Igreja, é motivo de alegria e esperança diante dos desafios que enfrentaremos de agora em diante. Não se consegue novo ardor sem uma renovação espiritual, abertura ao novo, e análise da realidade como um todo, sem medo.

É a fé que permite reconhecer Cristo, e é o seu próprio amor que impele a socorrê-Lo sempre que se faz nosso próximo no caminho da vida (Carta Apostólica Porta Fidei 14). A vivência de nossa identidade, cada vez mais compreendida e celebrada, nos aproxima de nossa vocação. Esta, por sua vez, convida a uma verdadeira caridade cada vez mais crescente na correção fraterna, não como quem vive somente uma reunião de pessoas, mas como irmãos em Cristo, pela fé e pela vocação. Todas nossas ações são ações vividas em comunidade. Este sinal característico de nossa espiritualidade agostiniana deve ser sentido por todos em primeiro lugar. Qualquer outro projeto que não decorra disso, pode ficar comprometido em sua execução. Deste modo, o fazer juntos, nos remete ao nosso ser, devendo este ser renovado e revitalizado cada dia.

As pessoas de bem têm por hábito o agradecimento. Assim, agradecemos, mais uma vez, à Província de Nossa Senhora da Candelária, Colômbia, pela acolhida de nossos noviços. Agradecemos à Província de São Nicolau de Tolentino, Espanha, pela ajuda, na pessoa de frei Jesús María López Mauleón. Agradecemos às pessoas em nossos ministérios pela amizade e pelo carinho, e aos benfeitores pela ajuda. Agradecemos especialmente aos mais próximos, como os membros das Fraternidades Agostinianas Recoletas, que nestes dias estão em união de orações com toda a Ordem pela feliz execução de nosso Capítulo.

Certos de que Deus tem abençoado nossa vida e nossa vocação, colocamos mais uma vez nossa vida nas mãos do Senhor, pois a fé é um modo de possuir já aquilo que se espera e um meio de conhecer realidades que não se vêem (Hb 11,1). E se o amor não faz nada de mal, afirmamos com santo Agostinho: “Ama e faze o que quiseres”.

.     .     .

Equipe de Comunicação para as notícias do XV Capítulo Provincial: 
Frei Mason, frei Ademildo e frei Wagno.
Assessoria: Prior Geral frei Miguel Miró Miró e frei Ademir


Frei Nicolás Pérez-Aradros Rubio:Provincial para os anos 2012-2015

Conhecido como frei Nicolau, o novo Prior Provincial da Província Santa Rita de Cássia foi eleito na tarde do dia 14 de janeiro de 2012, em sessão do XV Capítulo Provincial da Província Santa Rita de Cássia, que acontece no seminário Nossa Senhora Aparecida.


Frei Nicolau em foto do dia 12, durante a homilia.



Dom Pedro Luis, bispo de Franca, presidiu a celebração Eucarística juntamente com toda a comunidade dos padres capitulares e frades agostinianos recoletos. No presbitério, Dom Pedro Luis com o Prior Geral e Presidente do XV Capítulo da Província Santa Rita de Cássia frei Miguel Miró Miró (lado direito da foto) e o diácono recém-ordenado frei Jacir (lado esquerdo da foto).

Na manhã do sábado dia 14 de janeiro foi dedicada à conclusão das ordenações do Capítulo Provincial. As ordenações foram estudadas, comentadas, corrigidas e/ou modificadas (total ou parcialmente) e consequentemente votadas. Depois das devidas modificações, todas as ordenações foram aprovadas na primeira votação. O Prior Geral frei Miguel Miró agradeceu a todos pelo trabalho bem realizado.

A votação para Prior Provincial aconteceu pela tarde. Antes da votação, frei Francisco Sevolani Botacín, prior provincial no período 2008-2011, agradeceu a oportunidade e a honra do cargo de serviço que ocupou durante os quatro anos em que a Província este sob seu provincialato. Depois de várias votações, frei Nicolau foi o escolhido pelos capitulares para exercer este grande serviço à comunidade da Província agostiniana-recoleta Santa Rita de Cássia. 


Frei Nicolau, frei Miguel Miró e frei Francisco Sevolani, logo após o resultado da eleição.

O Prior Provincial frei Nicolau agradeceu a confiança depositada nele e pediu a colaboração de todos. Afinal de contas, a espiritualidade agostiniana-recoleta tem por fundamento a busca de "uma só alma e um só coração dirigidos para Deus".

À tarde os trabalhos continuaram com a correção e aprovação de atas de algumas sessões anteriores, bem como foi trabalhado o texto final da Mensagem do XV Capítulo Provincial da Província Santa Rita de Cássia 

Também foi durante a tarde que houve a eleição para a formação do conselho provincial. Os quatro conselheiros são:

          - Frei Alcimar Fioresi (primeiro conselheiro e vigário provincial)
          - Frei Ademildo Gomes (segundo conselheiro)
          - Frei Gracione Augusto Alves (terceiro conselheiro)
          - Frei Ademir João Garcia (quarto conselheiro)


Frei Gracione, o Prior Provincial frei Nicolau, o Prior Geral frei Miguel Miró Miró,
Frei Alcimar e Frei Ademildo. Frei Ademir não aparece na foto porque,
durante o Capítulo, estava em Castelo (ES).

Com a chegada do novo Provincial, nós paroquianos de São Paulo, da Paróquia N. Sra. de Lourdes, que estivemos em sintonia com o Capítulo por meio de orações. Desta maneira, e com muita alegria recebemos o Fr. Egisto Cansian nomeado como novo pároco da Vila Hamburguesa, o Fr. Fábio permanece na comunidade de São Paulo mais com a função de Prior (responsável) pelo Seminário Teológico e o Frei Ademildo Gomes, com a função de formador dos professos e segundo conselheiro da Província.


Veja também:

  Topo